Translate

domingo, 30 de maio de 2010

Niagara Falls

Bem pertinho de Toronto, no Canadá, ficam localizada as famosas Cataratas do Niagara - sim, aquelas em que o pica-pau desce de barril no desenho. A cidade de Niagara é bem pertinho, fica a mais ou menos uma hora de ônibus. Uma boa dica pra ir até lá é ir na Chinatown, em Toronto, nas agências de turismo que ficam nos minishoppings. Na primeira vez que você for, você vai pagar 10 dólares canadendes, mas nas vezes seguintes, somente 5 dólares quando apresentar o cartãozinho que eles fazem para você - isso já inclui a ida e a volta! O único empecilho é que chineses, coreanos e afins têm preferência. Mas, no mais, é supertranquilo e vale muito a pena!!

Vista das Cataratas do Niagara

Quando chega em Niagara, o ônibus para no Cassino, que também vale uma visita. Só lembrando que para entrar lá, precisa apresentar o passaporte. Fora isso, você pode passear pelo centro da cidade, que tem muitos monumentos legais, e também fazer o passeio no Made of the Mist, que é o barquinho que chega bem perto da queda de água das Cataratas. Vale a pena.

Made of the Mist - Cataratas do Niagara

Made of the Mist

Pode apostar que mesmo com capa de chuva, você vai se molhar.. rsrs

Eu fui! E indico!

De outro ângulo

Cassino onde o ônibus das agências de Chinatown param

Já se a intenção é fazer compras, tem um outlet muito bom próximo a Niagara. Lá na cidade mesmo você pega um ônibus que te leva até ele. A passagem custa 3 dólares. Aproveite!

Monumento perto das Cataratas


quinta-feira, 27 de maio de 2010

Férias!!

Não, ainda não chegaram as minhas tão sonhadas e festejadas férias. Mas o planejamento para esses dias tãoo maravilhosos já começaram. Tô pensando em ir pra Patagônia, um lugar mágico, lindo, pura natureza. E daqui uns dias começo a postar essas idéias loucas que estão surgindo na minha cabeça.. além de Ushuaia e El Calafate, a ideia é visitar Bariloche, Cordoba e, é claro, mi querida Buenos Aires. Ôooo terra boa. Espero ter grana pra realizar esse sonho! Por enquanto, sonhar não custa nada! Só alegra os meus dias!

domingo, 23 de maio de 2010

I love Toronto

É por estas e outras imagens que dá pra entender o amor que eu sinto por Toronto. A saudade dos momentos vividos lá apertam a cada dia. Mas, com certeza, todos esses momentos nunca serão esquecidos. As fotos abaixo foram tiradas no dia da Boat Party, uma festa que fui logo que cheguei na cidade. Não tinha como não me apaixonar..

:)


Vista de dentro do barco


Boat Party



pôr-do-sol


as cores mágicas do céu de Toronto

Toronto at night


quinta-feira, 20 de maio de 2010

Streetcars and buses

Em Toronto, não existe o sistema de "cobrador" em ônibus e nos Streetcars (os bondes). Você entra no carro e tcharam: motorista. E ai? O que fazer? É fácil: se você tiver o metropass, é só mostrar para o motorista e entrar no veículo. Ou, então você mostra o transfer ou joga o token ou dinheiro (exato, ok, não tem troco) na caixinha que fica ao lado do motorista. É importante lembrar que não há troco! Então o dinheiro tem que ser contado! O motorista do veículo não tem acesso ao dinheiro jogado na caixinha.

Outra coisa: se você pagou a passagem com dinheiro/token, você tem direito a pegar um transfer com o motorista. Esse transfer vale se você precisar ir ao metrô ou outro transporte logo depois de descer desse primeiro. No transfer o motorista ainda marca um determinado horário que você pode usá-lo. Geralmente, dura por um período de duas horas.

Uma coisa legal é que em todos os ônibus e Streetcars há um sistema de GPS que avisa qual o próximo ponto. Aí, é só esperar o seu e dar o sinal - funciona igual aqui no Brasil, é só puxar a cordinha ou apertar o botão. Ah, e quando você for sair do Streetcar, por exemplo, é só pisar no último degrau para a porta abrir. E, nos ônibus, é só empurrar a barra de ferro amarelha que fica na porta, que ela vai abrir.

Streetcar no ponto em frente ao Eaton Centre - Dundas x Yonge Street


segunda-feira, 17 de maio de 2010

Church St.,

A Church Street, em Toronto, é a rua mais conhecida pela comunidade GLBT da cidade. São vários pubs, bares, restaurantes, estabelecimentos comerciais... e é onde acontece o desfile de Halloween em outubro. Em toda a extensão da rua nós podemos ver as bandeirinhas coloridas do movimento GLBT espalhadas pelos postes.

Church Street


sexta-feira, 14 de maio de 2010

Pluga aí!

No Brasil, nossas tomadas são adaptadas para os plugs redondinhos. Mas no Canadá, o formato das tomadas é totalmente diferente. Os conectores são iguais ao da figura ao lado. Mas não se preocupe. Lá no Canadá mesmo você consegue comprar os adaptadores, no Dollarama, tipo o R$1,99 daqui. Ou você também pode comprar o adaptador aqui no Brasil, que foi o que eu fiz. Comprei em uma loja que vendia instrumentos musicais e paguei R$ 2,00.

Mas lembre-se de que se você levar algum aparelho eletrônico com as tomadas redondinhas, é bom já levar o adaptador ou comprar assim que chegar no Canadá. Caso contrário, você não vai conseguir usar os aparelhos.


segunda-feira, 10 de maio de 2010

Drink and drunk

Quando o assunto é bebida alcoólica, o pessoal que mora em Toronto tem de seguir algumas normas bem rígidas. As bebidas são vendidas em lojas específicas para isso, e não podem ser carregadas pela rua visíveis. Ou você as coloca em uma sacola de papel, ou dentro da mochila. E também nada de beber na rua: se você for pego, é multa na certa. Tudo isso porque eles tem uma filosofia de que o que a criança vê, ela faz (children see, children do).

Nas lojas da LCBO vende de tudo com ácool: vinho, uísque, cerveja, vodka, rum, cachaça.. e nas Beer Store, como o próprio nome diz, vende cerveja. E tem muitas delas espalhadas pela cidade, pode ficar tranquilo.. rsrs


Loja The Beer Store na Church Street

Outra coisa que é bom ressaltar é a idade mínima (the drinking age) para comprar/ consumir bebida alcoólica na província de Ontário: 19 anos. Ah, essa também é a idade mínima para entrar em boates e alguns bares da cidade.

domingo, 9 de maio de 2010

Bluenight

Em Toronto, o metrô costuma funcionar até 1h30. Depois disso, começam a passar os chamados bluenight, que nada mais são do que os ônibus que circulam de madrugada pela cidade. Eles também passam pelas estações de metrô e por algumas das principais avenidas da cidade. No site http://www3.ttc.ca/ você encontra todas as rotas dos ônibus que circulam de madrugada. É só clicar em Bus Routes e olhar em All Night Bus Routes para descobrir qual passa perto da sua casa. Nesse mesmo site você pode encontrar mais informações sobre todo o transporte público da cidade, como os valores dos passes diários, semanais e mensais, além das rotas dos streecars e os mapas das estações de metrô (ah, esses mapas também costumam ficar disponíveis nas próprias estações).


sexta-feira, 7 de maio de 2010

Free

Nas ruas de Toronto, há várias "casinhas"com revistas e jornais free (grátis), a partir de determinada hora do dia. Essa é uma boa oportunidade para treinar a leitura e ampliar o vocabulário em inglês. #ficaadica

Revistas grátis, dos mais variados assuntos



quinta-feira, 6 de maio de 2010

Home(stay), sweet home!

Minha primeira homestay em Toronto foi muito agradável. A casa, se comparada à minha segunda homestay (assunto de um post mais para frente), era modesta. Tinha dois andares e um porão. Os quartos ficavam no andar de cima - um do casal irlandês e outros três para receber estudantes estrangeiros. Eilleen e Ronald Dwyer sempre foram muito amáveis e me ajudaram bastante a quebrar os medos de não saber me comunicar em inglês rsrs.


A casa dos Dwyer

A família, inclusive, participou de uma matéria no Jornal Hoje que foi exibida uns dois meses antes de eu ir viajar. Foi muito legal já poder ver um pouco dos hábitos da família em que iria ficar antes mesmo de conhecê-los. Também obtive muitas informações sobre a família nas comunidades do Orkut da escola em que ia estudar, porque outros brazucas já haviam ficado nessa casa e gostaram bastante. Segue o link da matéria do Jornal Hoje para quem se interessar em ver - ah, o quarto que aparece na matéria foi o que eu fiquei! e a escola foi onde eu estudei!

http://www.youtube.com/watch?v=zhsxZsQnXZM

Outra coisa: a localização da homestay era ótima. Ficava a três paradas de ônibus da estação de metrô Broadview - 8 minutos a pé. Dei muita sorte porque a Broadview era a terceira estação da linha verde após as estações Yonge/Bloor (as principais) a Eastbound. Eu chegava muito rápido ao centro, onde fica a escola Ilac de Toronto. Chegava na escola em 15, 20 minutos no máximo.

A área em que casa ficava era super tranquila, tinha um supermercado na esquina. E ficava bem perto também da Greektown (onde vive a comunidade grega). Aliás, a Greektown de toronto, que fica na Danforth Avenue, é o maior bairro grego da América do Norte e uma das áreas mais cosmopolita da cidade. São diversas atrações: inúmeras lojas, boutiques, restaurantes, mercados, cafés etc. Vale a pena a visita. http://www.greektowntoronto.com

Vista da Danforth Avenue


Danforth again: aos fundos, nosso famoso Tim Hortons (hummmmm)


Guinness: cerveja no pub irlandês com a família irlandesa!


terça-feira, 4 de maio de 2010

Hello, Toronto!!

O frio na barriga era inevitável. Estava realizando o meu sonho, indo morar em uma cidade com uma excelente qualidade de vida - sim, faz parte do Top Five mundial -, onde vivem outras 4 milhões de pessoas, de todas as partes do mundo. Mas também estava com medo. O que iria fazer ao chegar? Como me comunicar com a família? Mesmo sabendo um pouco de inglês, era inevitável ficar nervosa. Mas, graças a Deus, tudo deu certo.

Acabei optando pelo transfer oferecido pela escola, do aeroporto até minha homestay. Apesar de ter sido bem caro (U$ 100), acho que valeu a pena. Pelo menos não tinha que esquentar a cabeça depois de 10 horas de viagem acordada! O cansaço era evidente. Mas a empolgação ao sair do IMENSO Aeroporto Internacional Lester B. Pearson, em Toronto (nada comparado ao minúsculo Eurico Salles Nogueira, aqui em Vitória, se é que podemos chamar aquilo de aeroporto) era maior ainda do que qualquer outro sentimento.

Minha viagem estava começando. E alguns dos momentos mais felizes da minha vida também.



Aquário gigante no aeroporto de Toronto

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Oh, Canadá!

Bom, vou começar a falar um pouquinho sobre o Canadá, um país incrível, onde eu estive no ano passado, entre setembro e dezembro. E confesso: meu desejo era ficar por lá. No Canadá as coisas funcionam: transporte público eficiente, cidades limpas, rodeadas de paisagens maravilhosas. O clima - pelo menos para mim - é ótimo (sou apaixonada pelo frio). Em um lugar em que se você quebra uma regra, você é punido por isso. Nos próximos posts vou contar um pouco sobre essa minha aventura canadense, falar sobre as cidades que visitei e aproveitar para indicar alguns lugares que devem ser visitados. Aproveite as dicas!

domingo, 2 de maio de 2010

Welcomee!!!

Depois de um tempo que excluí o blog antigo (diretodoplantao.wordpress.com), resolvi voltar a essa vida de blogueira. Talvez pela necessidade de compartilhar algumas experiências legais, talvez pela necessidade de falar besteira - ou melhor, escrever -, e poder voltar e relembrar isso quando quiser. Estou aqui, de novo, pronta pra dividir as experiências vividas, opinar em fatos que considerar relevantes e para deixar a imaginação fluir!!! Enjoy!!