Translate

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Leidseplein

Leidseplein é a praça - tá bom, é bem mais que uma praça - mais famosa de Amsterdam, cheia de restaurantes e atrações culturais. Datada do século 17, é um dos centro mais populares da capital holandesa, com cinemas, cafés, cassino e teatro, além do entretenimento ao vivo e a cores (com muitos músicos de ruas e performistas). É também um ponto onde passam muitos trains (tipo os streetcars de Toronto, bondes elétricos) e ônibus. Um local que vale a pena ser visitado, principalmente à noite, quando a cultura, em meio a jovens, adultos e crianças, toma conta do local.








terça-feira, 28 de junho de 2011

Coffee Shops

Como eu falei no post anterior, em Amsterdam é legalizado o consumo da maconha. Só que há regras para isso.  A maconha só pode ser consumida, a princípio, nos Coffee Shops - ou seja, não entre nesses locais querendo tomar um café, porque você não vai achar isso..





Dentro dos Coffee Shops também não é permitido fumar cigarro e a venda de bebida alcoólica é restrita ou inexistente. Neles também você pode encontrar os famosos spacecakes, os bolinhos de marijuana. 





O Coffee Shop mais turístico da cidade é o Buldog. Ele até já vende o cigarro de maconha pronto, industrializado.






segunda-feira, 27 de junho de 2011

Red Light District

Quem ouve falar de Amsterdam lembra logo de duas coisas que, por lá, são legalizadas, enquanto aqui no Brasil, não: a prostituição e o consumo de maconha. Por enquanto, vou falar apenas do primeiro ponto. O Red Light District, ou, em português, o distrito da Luz Vermelha, é onde tudo acontece. É, realmente, um dos lugares mais famosos de Amsterdam e bastante turístico. Tanto de dia quanto de noite, fica sempre lotado de pessoas querendo ver as garotas nas famosas vitrines, esperando alguma boa alma para trabalharem juntos. 



A princípio, segundo os próprios holandeses, essas meninas trabalham por conta própria, elas que alugam o espaço, ou melhor, a "janelinha". Mas muitos duvidam disso e acreditam que há algum cafetão tomando conta do "negócio". O que dá pra notar mesmo é que os holandeses realmente não vêem problema nenhum em fazer sexo por dinheiro. 





E dá de tudo.  Tem meninas lindas, de tudo quanto é raça, mas também tem aquelas que nem vale a pena comentar. Você vê famílias passeando pelas ruas, e muita polícia vigiando os marmanjos e espertinhos que tentam tirar foto das garotas. Aliás, isso é um ponto a ser frisado: é extremamente proibido tirar foto das meninas. Se alguém te pegar fazendo isso, podem muito bem pegar sua câmera! 





Dizem, ainda, que para as mulheres, não é muito recomendado andar pelo Red Light à noite sozinhas. É bom sempre andar em grupo. Há, sim, algumas ruas mais desertas e bem escuras. E é como diz o ditado, né? Melhor prevenir..




sábado, 25 de junho de 2011

A Veneza do Norte

Amsterdam é uma cidade linda, repleta de canais - por isso foi até apelidada de Veneza do Norte, uma referência à cidade de Veneza, na Itália. Confesso que são tantos canais e tão parecidos que, por muitas vezes - pelo menos no início da viagem - me senti em Jardim da Penha hahaha (quem mora em Vitória e conhece o bairro sabe bem do que eu estou falando). Muitos desses canais foram construídos desde os tempos medievais. E uma das formas mais legais de conhecer esses pontos ocultos da cidade é passeando de barco por esses canais. Nesse passeio, você consegue conhecer pontos históricos da cidade e tem uma vista privilegiada da parte de trás da Centraal Station onde fica o local em que chegam os barcos vindos de outros países. É lindo!!











quinta-feira, 23 de junho de 2011

Woodbury Premium Outlets

Um dos melhores lugares para se fazer compras em Nova York é o outlet Woodbury Premium Outlets. Com 220 lojas, das mais variadas marcas, ele fica localizado a 45 minutos de Manhattan. No site da Premium Outlets você pode se cadastrar e conseguir cupons de desconto, para baixar ainda mais o preço das mercadorias ;)

Uma das opções para chegar de ônibus é pelo Gray Line New York - O ponto de encontro é na esquina das 42nd Street & Eighth Avenue. Já para quem vai de carro, dá para passar pela New York State Thruway (I-87), em direção a Harriman, na Exit 16.

Woodbury Common Premium Outlets
498 Red Apple Court
Central Valley, NY 10917
(845) 928-4000

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Rio x Amsterdam: Nova rota da KLM

A partir do dia 2 de novembro, a KLM começa a operar voos diretos entre o Rio de Janeiro e Amsterdam. Antes, essa rota era feita somente pela Air France, grupo do mesmo conglomerado da KLM. Para mim, mais uma boa notícia, claro, porque é muito mais perto e barato ir para o Rio de Janeiro do que para São Paulo!! \o/ vivaaa!!!!

As passagens, inclusive, já começaram a ser vendidas, em preços promocionais - a partir de 799 dólares. Esse preço, inclusive, vale para paradas grátis em Amsterdam com destino a outras cidades, como Dublin e Paris. Esse preço é válido até o dia 30 deste mês e serve para voos entre os dias 2 de novembro e 31 de março do ano que vem!



Conheça os serviços da KLM:
- O avião
- A comida
- O check-in em SP

Lugar para ficar em Amsterdam? Eu indico o hostel Stayokay Vondelpark!

terça-feira, 21 de junho de 2011

Planejador de rotas: a Holanda tem

Na Holanda há uma coisa fantástica: um site em que você pode planejar as rotas que pode fazer para ir de um determinado local para outro. Coisa de primeiro mundo mesmo. Serve para você procurar por endereço, estação de trem mais próxima do ponto, a partir do aeroporto, ou pelo nome da atração que você quer visitar. Um luxo só!!! É só acessar o site http://www.9292ov.nl/ e ser feliz!! haha

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Mais albergues em Amsterdam

Antes de escolher o Stayokay Vondelpark para ficar em Amsterdam, fiz uma busca em sites, comunidades e uma enquete com amigos sobre quais os melhores albergues da cidade - ou pelo menos quais os que têm uma pontuação alta entre alberguistas de todo o mundo e boas referências. Cheguei a lista abaixo - gosto não se discute, por isso achei importante colocar aqui no blog essa listinha com as características porque se eles estão constando nessa lista é porque cogitei ficar neles.. 


Aí vai:



HEART OF AMSTERDAM
Oudezijds Achterburgwal, 120
Fica no centro, rodeado das mais diversas atrações. Os quartos têm um estilo hollywoodiano, cada um tem um filme como tema. Tem banheiro em todos os quartos. O café da manhã não está incluso, custa 3 euros. No preço final ainda tem que adicionar os 5% das taxas da cidade. 95% de avaliações positivas sobre a localização. 

STAYOKAY VONDELPARK (fiquei neste)
Zandpad 5, 1054 GA
Fica entre o Vondelpark e a poucos metros do Van Gogh, Rojksmuseum e Leidseplein. Fica a poucos metros de pontos turísticos, culturais, shopping e da noite em Amsterdam. Dizem que é o melhor café da manhã entre todos os albergues (e tem mesmo). Os quartos têm banheiro. Check in começa as 7h30 e o checkout é até as 14h, mas se for preciso, tem lugar pra guardar a bagagem. 


FLYING PIG UPTOWN
Vossiusstraat 46
Fica entre o museu e Leidseplein – pelo que vi a área mais badalada, com entretenimento, clubes, bares, shoppings. A 15min andando do Red Light District, ao lado do Vondelpark. Tem um bar, free walking tour. Com o cartão deles, tem 50% de desconto na entrada do Winston Kingdom Club. Fica perto da Heinekken e da boate Paradiso. Os quartos privados tem mini-geladeiras. Só aceita acima dos 18 anos. 

STAYOKAY STADSDOELEN
Kloveniersburgwal, 97
Fica também no centro, perto da casa de Anne Frank, Red Light District.. tem 90% de votos da melhor localização. Tem café da manhã e internet. 



sábado, 18 de junho de 2011

Do aeroporto para o centro de Amsterdam

Uma das partes que estava com mais medo na chegada a Amsterdam era a de sair do aeroporto e ir para o albergue. Não queria gastar muito e também não queria fazer muitos translados, porque estava com mala e etc, etc, etc. Depois de quase 12 horas de voo, o que eu mais queria mesmo era uma cama.. hahaha


Antes de sair do Brasil, já tinha mandado e-mail pro albergue perguntando a melhor maneira, mais barata e rápida de ir do Schipol para o Stayokay Vondelpark. Também perguntei nas comunidades do orkut e no couchsurfing. Depois da opção de ônibus, trem e táxi, com certeza fiquei com a primeira, e não me arrependi.

Explico: ao sair do aeroporto peguei o ônibus número 197 na primeira plaquinha do terminal de bus - dei sorte que ainda tinha um no ponto, parecia que estava me esperando. Paguei 4 euros e meia hora depois, ou menos, estava descendo na Leidseplein. Depois disso, foi só atravessar a rua e andar uns 400 metros até o albergue. Foi fácil. Muito mais do que eu imaginava. Só de não ter que precisar trocar de ônibus ou de trem já valeu. Gostei tanto que na volta escolhi ir pro aeroporto também de ônibus. E não me arrependi. Fora que a frequência com que esse bus sai do aeroporto é bem maior com a que passa aqui no Brasil o ônibus que pego para ir trabalhar.. hahaha Os ônibus que ligam o aeroporto ao Centro de Amsterdam saem de 15 em 15 minutos. O que eu pego aqui no Brasil... bom, deixa pra lá..



O terminal de bus

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Iamsterdam

Não tem como visitar Amsterdam e não incorporar o estilo de vida da cidade. Suas milhares de bicicletas, turistas e o inglês como quase língua oficial são apaixonantes. Para deixar tudo isso bem registrado com a cara da cidade, há em alguns pontos o "Iamsterdam", que é super disputado. O que fica ao lado do Rijksmuseum, na Museumplein, então, nem se fala.. esse é o que é fixo. Os outros são trocados de lugar periodicamente. Tanto é que quando cheguei em Amsterdam tinha um no aeroporto. Quando fomos embora, ele não estava mais lá. É deixar a criatividade fluir para conseguir os melhores clicks :)





quarta-feira, 15 de junho de 2011

Albergue em Amsterdam


Em Amsterdam, fiquei no albergue Stayokay Vondelpark - tem outros dois stayokay na cidade. Com uma localização excelente - em frente ao Vondelpark e a 2 minutos da Leidseplein - a praça mais famosa da cidade e onde tem muita agitação à noite, fora restaurantes, parques e museus bem próximos, o albergue é enorme e tem, sem dúvida nenhuma, o melhor café da manhã entre os albergues que já fiquei. Pra se ter uma noção, havia nutella e três tipos de presunto!! Nunca tem presunto no café dos albergues!!! rsrs

Esse albergue está sempre cheio e realmente o pessoal que trabalha lá não deixa a desejar. São todos bastante solícitos, prontos para ajudar quando necessário. Os quartos eram limpos constantemente, um ponto a mais pro Stayokay Vondelpark - você pode achar que não, mas isso faz sim muita diferença na sua estadia em um albergue. 


A recepção do albergue
Bem seguro, para entrar tanto na recepção quanto na porta de acesso aos quartos e nos quartos, a pessoa tem que passar a chave magnética. São três blocos de prédios - fiquei no C, no 4 andar. Meu quarto era pra 20 pessoas, mas realmente imenso, bem dividido e nem parecia que havia 20 pessoas nele. Os lockers eram bons e espaçosos. No meu quarto ainda havia dois banheiros - um deles com dois chuveiros, que também eram limpos constantemente.

As beliches do quarto e os armários
O espaço interno do quarto era muito bom

Tinha até uma mesinha para colocar as coisas..

No albergue só tinha internet free para quem tivesse laptop, notebook ou itouch/ iphone. Quem quisesse utilizar os computadores tinha que pagar 1,50 euros por 15 minutos - um preço bem salgadinho, né?? - aliás, essa é uma prática comum nos albergues europeus: cobrar - caro - pela internet!
O point de encontro da galera
Na sala de estar ainda havia algumas máquinas de snacks - chips, chocolate, salgadinhos - e de refrigerante e água. Tinha uma TV, que raramente estava ligada e uma máquina para trocar notas de euro por moedas - essa máquina me foi muito útil duas vezes ;)


Na minha avaliação, o Stayokay Vondelpark foi ótimo!! Vale a pena indicar! O check-in começa às 7h30 e o check-out é feito até às 14 horas. Mas não se preocupe, tem lugar para guardar as bagagens!


Endereço e contato do Stayokay Amsterdam Vondelpark:
Zanpad 5
1054 GA Amsterdam
vondelpark@stayokay.com

terça-feira, 14 de junho de 2011

A chegada a Amsterdam


Assim que chegamos a Amsterdam, no belo aeroporto Schipol - até hoje o mais bem sinalizado pelo que já passei - andamos um pouco (sim, o aeroporto é mais que gigante) até chegar à Alfândega. Depois de a mocinha que me atendeu ter perguntado para onde ia, se estava de férias e passar na página do visto americano, ela carimbou meu passaporte e fui em busca da minha malinha.



Mesmos em falar uma palavrinha em holandês, não precisamos nem pedir informação. Tudo muito bem sinalizado, após pegar a mala já fomos direto para o terminal de ônibus que fica na frente do aeroporto, para ir pro albergue. Nota 10!

segunda-feira, 13 de junho de 2011

25 maneiras de arrasar no cachecol

Bom, para a mulherada antenada e que adora usar cachecol no frio - não só a mulherada, né, porque homem de cachecol também fica um arraso, quando bem utilizado - o vídeo abaixo é a galinha dos ovos de ouro. Nele você aprende 25 maneiras de usar o cachecol ou um lenço! Uma mão na roda para quem vive em locais frios ou que vai aproveitar a chegada do inverno no Hemisfério Sul ;) Claro, tudo com muito charme!

sexta-feira, 10 de junho de 2011

O Blog no Twitter

O blog está crescendo e de presente para mim e para os leitores criamos um Twitter para que as notícias de viagens, ofertas e os próprios posts sejam repassados para vocês em tempo real ;) Então, segue lá: @namochiladaanny!

Por lá, no futuro, também vamos fazer algumas promoções e sorteios! Conto com a ajudinha de vocês para divulgar! :)

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Promoção da Azul

A Azul está com uma promoção cultural muito legal! Se você já viajou pela empresa, pode concorrer a três pacotes de viagem com acompanhante! Basta contar como foi a experiência e torcer para ser um dos três selecionados. O regulamento e mais informação neste site. Aproveite!!

quarta-feira, 8 de junho de 2011

KLM - a comida

Durante o voo da KLM, tanto de São Paulo para Amsterdam quanto o da volta, comida foi o que não faltou. O serviço de bordo foi excelente, nota 10 mesmo!! Logo depois da decolagem, os comissários passaram servindo um pacotinho de amendoim e bebida. Aproveitei para tomar um vinho tinto. Como eu não durmo no avião, uma das táticas para tentar relaxar mais e pelo menos conseguir uns cochilos era essa.. beber um pouco de vinho. 




Pouco tempo depois o comandante anunciou o jantar. As opções? Chicken (frango, que vem acompanhado de arroz) ou pasta (um macarrão vegetariano). Escolhi pasta. O macarrão estava muito bom, mas a saladinha que veio junto estava melhor ainda, nem parecia comida de avião. as porções foram realmente bem servidas - claro, na medida do possível, para um avião estava de bom tamanho. Ainda veio um pão quentinho, polenguinho e de sobremesa uma torta de amendoim. Bom!! Só pra constar: na volta eu pedi Chicken e não me arrependi. Também estava uma delícia. E veio mousse de maracujá de sobremesa!!




Após o jantar, a aeromoça aconselhou que todos fechassem as janelas, para que o sol não atrapalhasse o nosso sono e pudéssemos descansar!! Achei muito bonitinho. Depois disso, de meia em meia hora os comissários passavam servindo bebidas e a gente ainda tinha à disposição, no fim do avião, snacks (doces, biscoitinhos, cookies) à vontade. Isso mesmo, era só levantar da cadeira e ir lá buscar o que você bem entendesse. 


Por fim, quando você menos espera, ainda de madrugada, passam os comissários servindo.. tcharamramram: SORVETE!!! Nossa, realmente o paraíso. O da ida foi de chocolate com baunilha e o da volta, de caramelo. Nada mal.






Faltando uma hora, mais ou menos, para o pouso, foi servido o café da manhã. Omelete, pão, bebidas, entre outras coisinhas. Serviço de bordo realmente nota 10! isso porque era classe econômica, imagina na executiva e na primeira classe..


Bom, na volta, como o voo saiu de Amsterdam às 10h da manhã, a diferença foi que em vez de janta tivemos almoço e um lanche bem reforçado à tarde. Também teve sorvete e os snacks quando quisesse. KLM ganhou uma fã. Serviço bom e de qualidade tem que ser elogiado mesmo!!!





segunda-feira, 6 de junho de 2011

KLM - o avião

Bom, falar da KLM é como fazer um capítulo à parte nessa viagem. Sim, eu faço campanha. Porque além de os dois aviões que peguei serem muito bons, fui muito bem tratada e todos os funcionários da empresa com quem lidei foram extremamente simpáticos e solícitos. Nada a reclamar.


Boeing 777-200
O espaço interno da classe econômica
O Boeing 777-200 é até confortável na classe econômica, para um voo que partiu de São Paulo com a capacidade máxima. A poltrona não reclina quase nada, mas o espaço interno entre as cadeiras é relativamente bom. Em cada cadeira há um travesseiro e uma manta, e no voo ainda distribuem fones de ouvido - de ótima qualidade - e uma máscara para dormir.






Cada poltrona tem sua tela individual, com controle remoto. Na programação, filmes (de lançamentos a sucessos que ganharam o Oscar este ano), jogos (poker, inclusive), programação especial para as crianças, músicas, acompanhamento do percurso, entre outros. 


Poltronas com telas individuais
O controle remoto
O controle vira um joystick, para os jogos
Outra opção que a companhia oferece é fazer chamadas internacionais a bordo e mandar mensagens de texto para celulares. Para utilizar isso, é preciso passar o cartão de crédito no próprio console. Legal! Boas opções de entretenimento para as pouco mais de 11 horas de voo entre a capital paulista e Amsterdam, nosso primeiro destino na mini Eurotrip.


Cartão de crédito
Durante o voo, o comandante falou em holandês (dutch), inglês e uma aeromoça traduzia para o português, com um sotaque muito engraçado! Mais tá valendo, foi bem divertido!

domingo, 5 de junho de 2011

Dufry Brasil

Quando você sai do país ou entra nele, você passa pela área do free shop (umas das perdições da humanidade!) Tudo bem que os preços não estão tão bons como antigamente, mas ainda assim vale muito a pena comprar nos Duty Free - Dufry, no Brasil e no mundo. Uma coisa que me chamou a atenção no de Guarulhos, no entanto, foi que boa parte dos funcionários não falava sequer o básico do inglês. Aí fica difícil, né, sendo que boa parte das pessoas que passam por ali não são brasileiras. 


Outro desabafo: Guarulhos já foi um bom free shop. Hoje parece mais uma lojinha. Cruzes! Comparado até com o free shop do aeroporto Luton, um dos menores de Londres, é infinitamente pior. Isso porque ele é o mais importante do Brasil..


Bom, o que mais está compensando comprar, pelo que eu vi, são os perfumes, maquiagem e as bebidas. Então, se for viajar, aproveite. Mas lembre-se também de que há algumas restrições, que podem ser verificadas nos sites da Receita Federal e do próprio Dufry, neste link.


Ficam aqui algumas dicas:


EMBARQUE: Não há cota para o embarque. Neste caso, suas compras estão dentro da cota do exterior, que não considera roupas e objetos de uso pessoal. Recomendamos a consulta dos limites alfandegários do seu país de destino.

DESEMBARQUE: O valor máximo de compra por passageiro é US$500.00, utilizados em uma única nota de venda.

Limites para a quantidade de produtos por passageiro/passaporte:

. 24 garrafas de bebidas alcoólicas, com quantidade máxima de 12 unidades por categoria. (por exemplo: 12 vinhos, 12 whiskies, etc.)*
. 42 unidades de Red Bull
. 20 maços de cigarros de fabricação estrangeira (total de 400 unidades).**
. 25 unidades de charutos ou cigarrilhas.**
. 250g de fumo preparado para cachimbo.**
. 10 produtos de perfumaria (perfumes e cosméticos).
. 3 unidades de relógios, brinquedos, jogos ou instrumentos elétricos ou eletrônicos.

* Menores de 18 anos, mesmo acompanhados, não podem comprar bebidas alcoólicas ou artigos de tabacaria.

** Produtos de tabacaria não podem ser reservados pelo site




sábado, 4 de junho de 2011

Seguro-saúde!!

Uma das coisas primordiais de uma viagem é fazer um seguro-saúde. Alguns cartões de crédito, inclusive, oferecem o serviço "gratuitamente" para seus clientes. Mas por que é importante ter um seguro em mãos? A princípio, para a Europa, ele é obrigatório, apesar de ninguém ter me pedido para mostrar em país algum. E se alguma coisa ser errado e você adoecer, ou torcer o tornozelo - como aconteceu comigo no Canadá -, você vai dar graças a Deus por ter um. 


Se ficar doente aqui no Brasil já é complicado, imagina no exterior, sem saber falar direito a língua do local.. Então, é melhor evitar a fadiga, não é? Eu sempre faço o seguro da Intercare, não que ele seja o melhor, nunca fiz outro. Continuo fazendo ele porque quando eu precisei - e precisei de verdade, cheguei a ficar três dias de molho, sem andar direito - ele me atendeu prontamente, inclusive me ligou lá no Canadá para saber se eu tinha melhorado. 




Alguns países da Europa exigem a apresentação de seguro de viagem no valor de mínimo de 30 mil euros para garantir assistência médica por doença ou acidente. No fim das contas, até mesmo quando fui para a Argentina fiz o meu. Nunca se sabe quando as coisas vão dar errado. É como diz o ditado: melhor prevenir que remediar!


Fora que esse seguro ainda cobre a bagagem, um prato cheio para quem quer evitar dores de cabeça com extravios! Por 18 dias paguei R$ 160. Pode ser muito num primeiro momento. Mas pode valer a pena caso algo dê errado em sua viagem.



sexta-feira, 3 de junho de 2011

Pizza Hut

Depois de fazer o check-in e despachar a mala, hora de alimentar as lumbrigas, né? Também não somos de ferro!! Por isso, começamos a abusar mesmo e fomos direto no Pizza Hut (nessas ocasiões temos que aproveitar mesmo, porque aqui em Vitória não tem!! rs).


Pizza Hut em Guarulhos

Claro que não é uma refeição muito saudável nem barata. Mas com R$ 53,40 você come uma pizza grande (pedimos metade Supreme, metade Brasileira [hummm]), com um refil de refrigerante para cada um. Delícia!!! E estudante ainda tem desconto!

Delícia!!!
De pança cheia!



quinta-feira, 2 de junho de 2011

KLM - o check-in

O check-in para o voo da KLM - KL0792 - saindo de Guarulhos com destino a Amsterdam, na Holanda, foi feito nos totens que ficam em frente à empresa e à Air France (ambas pertencem ao mesmo grupo, mas dizem as más línguas que a KLM é infinitamente superior à Air France, fato confirmado por mim e que contarei em um post mais adiante), na ASA A do aeroporto de Guarulhos, próximo à Polícia Federal. Foi superfácil de fazer, e, como eu disse num post anterior, o despacho das bagagens começa às 13 horas. Os primeiros totens ficam sempre mais cheios, mas no fim do corredor tem outros tantos que ficam vazios. Como falei, é tudo muito fácil e um processo rápido de ser feito. Nota 10!


quarta-feira, 1 de junho de 2011

Locker em Guarulhos

Chegamos cedo em Guarulhos, por volta das 11 horas. Mas até pegar as malas, ir ao banheiro, etc, etc, etc, deu meio-dia. E nosso voo para Amsterdam, na Holanda, sairia do aeroporto somente às 19h. O bom é que o check-in da KLM, a empresa escolhida para fazer a parte aérea (SP x Amsterdam x Dublin), abriria às 13h. Então já fizemos o check-in nos totens que ficam espalhados pelo aeroporto e só aguardamos a abertura dos guichês para despachar a bagagem. 


Hora de pegar a mala, em Guarulhos (SP)
Enquanto isso, fui procurar saber sobre o serviço de locker (armário) do aeroporto de Guarulhos, porque na volta chegaríamos à noite e só voltaríamos para Vitória no dia seguinte, pela manhã. A ideia era dormir no aeroporto. Mas quando soube o preço para deixar a bagagem no locker (que fica em frente à saída dos ônibus da GOL e da TAM para Congonhas), já pensamos num plano B (Ok, isso vai ser assunto de um post mais adiante). Para deixar uma mala e uma mochila custaria R$ 23 por dia. Só que a diária vence meia-noite. Ou seja, pagaria R$ 46. Para mim, não compensava. E, como eu disse, vou postar sobre isso numa outra ocasião.