Translate

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

As impressões sobre Salvador

Em outubro, passei três dias em Salvador.. foi a primeira vez em que estive lá.. e aqui deixo minhas - poucas - impressões:

*** a cidade está toda em obras - por conta da copa do Mundo de 2014.. mas mesmo em locais em que não há obras o trânsito continua sendo meio que caótico.. tudo é longe.. o GPS não consegue se entender em vários pontos, o que faz com que os percursos sejam ainda maiores.

***Salvador tem algumas praias lindas, mas, em geral, achei a cidade um pouco suja. Gostei bastante da Barra, bairro onde fiquei, a água do mar estava cristalina, mas quando se muda de local percebe-se nitidamente a mudança de cenário também.. parecem cidades distintas.

***Todo mundo com quem conversamos - e não foram poucas as pessoas - ressaltaram o perigo que é viver em salvador. Todos falaram pra ter muito cuidado ao andar nas ruas. E, realmente, essa sensação de medo é sentida quando você caminha em qualquer local.. as pessoas te encaram, é uma coisa muito estranha.

***Se teu voo chega após as 22h40, esquece.. vai ter que gastar uma grana em táxi.. porque o último ônibus sai do aeroporto - que é bem longinho - pouco antes das 23 horas..

***Salvador tem lugares lindos para serem visitados.. e dá pra ver porque se fala tanto sobre os fortes da cidade.. são maravilhosos!! As igrejas.. tudo de bom!! visite esses lugares..

Pra ficar com gostinho, seguem algumas fotos que tirei de lá:






terça-feira, 12 de novembro de 2013

Airbnb: aluguel de apartamento em Salvador

Quando eu e mais cinco amigos decidimos ir juntos pra Salvador, Bahia, logo pensamos em alugar um apartamento, para que todos pudéssemos ficar no mesmo local. E, pelo Airbnb, encontramos um fantástico, em uma das melhores praias da cidade, a Praia da Barra!

A estadia no apto do Petro foi simplesmente demais! A começar pela vista do apê.. incrível! A localização é muito boa também, fica bem perto da praia, tem um ponto de ônibus na frente e outros perto, fica próximo a padarias, supermercado.. o apartamento é bem espaçoso, é bem ventilado e tem todos os utensílios necessários. Ficamos em cinco pessoas e todos fomos muito bem acomodados. Gostei bastante e recomendo!

Acordar com uma vista desta não é pra qualquer um:



domingo, 10 de novembro de 2013

AirBnb: aluguel de apartamento no Rio de Janeiro

Pra quem não conhece, o Airbnb é um site em que as pessoas alugam seus apartamentos ou quartos em todas as partes do mundo. É uma experiência muito legal, apesar de que para os brasileiros pode ficar com um precinho um pouco acima do que aparece no site, já que o Airbnb não faz cobranças em reais - apesar de ele te dar o preço na nossa moeda. Todas as cobranças, por enquanto, chegam pros brasileiros em euro. 

O site pode ser uma ótima opção pra quem quer achar um lugarzinho legal, num preço melhor, muitas vezes, que de hoteis. Fora a praticidade de poder, por exemplo, alugar lugares para seis pessoas.. o que muitas vezes barateia a estadia.

No Rio de Janeiro, por exemplo, recentemente fiquei com uma amiga em um dos apartamentos do Sven (neste aqui). O apartamento é um conjugado, muito bem localizado, de fácil acesso, perto de pontos de ônibus, metrô e da praia. Gostei muito da experiência! O apartamento está todo reformado, tem utensílios domésticos, tábua de passar roupa, ferro, lavadora de roupas, etc. Com certeza alugaria ele novamente. O serviço da empresa - sim, o Sven possui uma empresa que tem muiiiiiiitos apartamentos na cidade alugando - também foi muito bom, nos transmitiu muita confiança.

O melhor é que cada hóspede pode fazer comentários sobre o apartamento, se você analisar cada um direitinho evita de cair em furada.Em breve posto sobre a experiência de aluguel de apartamento pela Airbnb em Salvador!

Fica a dica ;)



segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Bar no Rio de Janeiro: Pavão Azul

Um boteco que eu adoro no Rio de Janeiro é o Pavão Azul, em Copacabana. Além da tradição - são mais de 50 anos de história, o Pavão fica nas esquinas das ruas Barata Ribeiro e Hilário de Gouvêia e tem um dos melhores petiscos que já comi na vida: as pataniscas, bolinhos de bacalhau feitos sem batata.. já deu água na boca só de falar delas... rsrs

Se quiser pegar mesa, chegue cedo. Mas, pelo menos pra mim, o charme é beber em pé na calçada mesmo - um hábito gostoso, saudável, que propicia a interação e que eu adoro no Rio de Janeiro :)

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Quer viajar comigo?

Viajar é a melhor coisa do mundo! E estou me preparando para três finais de semana seguidos fora de casa. Ou seja, novidades vêm por aí, aguarde! :)))




segunda-feira, 20 de maio de 2013

Teresópolis: o charme da região serrana do Rio

Teresópolis é uma cidadezinha encantadora,na região Serrana do Rio de Janeiro. A começar pelo clima ameno - exceto alguns poucos dias do verão, quando não chove. É rodeada de matas e sede de um dos parques mais gostosos para se caminhar e relaxar em cachoeiras, o Parque da Serra dos Órgãos.






Um dos meus lugares favoritos de lá é o Soberbo - que fica logo na entrada da cidade e, além de ser um dos pontos mais frios da cidade, tem um lindo espaço de mirante. Nos dias ensolarados e sem neblina, de lá se pode ver a cidade do Rio de Janeiro. É mágico. De lá também se tem uma visão privilegiada da pedra Dedo de Deus, um dos marcos de Guapimirim, cidade vizinha. Aos domingos, vale a pena dar uma passada na feirinha que rola na cidade.


Para comer, gostei muito de um restaurante chamado Vagão - e o nome tem tudo a ver com a ambientação do local. E a maior novidade da região, pelo que contam os moradores, é a Vila St. Galen, recém-inaugurada. A vila conta com restaurante, cervejaria e um bar, tudo no mesmo local. Aqui você confere uma matéria sobre lá.



sexta-feira, 17 de maio de 2013

Guinness Storehouse


A fama da Irlanda de ser um país boêmio fica ainda mais completa quando você faz a visita à Guinness Storehouse - a fábrica de uma das melhores cervejas (pelo menos para mim) que existem. E a melhor parte, claro, é fazer a degustação! (risos)





Por lá você pode conhecer parte da cervejaria original, aprender sobre Arthur Guinness (esse maravilhoso ser que teve uma ideia genial e saborosíssima rsrs), ver como se dá o processo de produção da cerveja, tendo um gostinho todo especial do que há de melhor na Irlanda - saboreando uma pint de Guinness com uma vista magnífica de 360 graus sobre a cidade no Gravity Bar - o bar panorâmico da casa. 






Fundada em 1759, a fábrica fica próxima (nem tanto, mas no mesmo sentido) da Christ Church. A Guinness é considerada uma das maiores exportadoras de cerveja do mundo, são mais de 300 milhões de litros por ano. Lá dentro também há uma loja, onde você pode comprar alguns presentinhos para a família, amigos, e para você mesmo (ok, eu confesso que fiz a festa!!! hahaha).


A Guinness Storehouse abre diariamente das 9h30 às 17h (em julho e agosto, meses do verão, abre às 8h) e a entrada custa 14 euros para os adultos e 9,50 para os estudantes (bom, gente, isso quando eu fui.. se aumentou não sei..)


 


quarta-feira, 15 de maio de 2013

Temple Bar: o quarteirão boêmio de Dublin

O quarteirão mais boêmio de Dublin tem seu charme especial.. Temple Bar pode ser considerado um dos lugares mais turísticos da cidade, mas, mesmo assim digo, em alto e bom som, que me sentia em casa por lá. O Temple Bar tem seu charme.. e tem um pub que possui o mesmo nome da região - sim, foi ele nosso maior refúgio nos dias em que estivemos na ilha da esmeralda.. não teve um dia em que não passamos por lá, pelo menos para tomar uma pint ou escutar uma boa música irlandesa.


Lembro-me com muito carinho das pessoas que por lá conheci, dos amigos que reencontrei e dos sorrisos e  momentos maravilhosos e muito alegres que vivi nesse local. Por lá, não só turistas: também irlandeses, sedentos em colocar a conversa em dia e aproveitar uma noite (ou tarde) de boemia. (E claro que nosso albergue ficar exatamente nessa área colaborou ainda mais para que isso se tornasse realidade).



A região do Temple Bar ainda contempla alguns clubes noturnos e restaurantes e lojas excêntricas... Por lá você encontra de tudo - principalmente gente humilde, elegante e sincera que procura colocar seu lado irish em prática!







quarta-feira, 1 de maio de 2013

Mala

Quem em conhece sabe que eu sou apaixonada por malas - não que eu tenha muitas, tenho duas (uma grande e uma pequena), na verdade - mas sempre que posso gosto de ficar admirando a capacidade de serem compactas, resistentes e com um design pra lá de bonito. O sonho de consumo, na verdade, sempre foi ter uma Samsonite - e não pela fama que ela tem de ser uma das melhores -, mas sim pelo fato de ela concentrar todas as características que eu busco quando quero uma mala.

E, já não bastante os atrativos já existentes, a Samsonite lançou uma mala (Samsonite Cosmolite) muito resistente e, ao mesmo tempo, uma das mais leves do mercado. O vídeo é pra ficar de boca aberta! Ponto pra Samsonite!! Eu quero! :)



Agora veja outro teste feito com a Samsonite Cosmolite!



É ou não é chocante?!

terça-feira, 23 de abril de 2013

Os golpes mais comuns aplicados em turistas

Uma matéria da Folha de SP trouxe um levantamento dos golpes mais aplicados em turistas no exterior. A dica é do meu querido Cleber, um dos meus bat-colaboradores de longa data :) Veja só:


Os 10 golpes mais comuns praticados contra turistas:
1. Falsa Polícia
Policiais de araque podem tentar acusá-lo de um crime que você não cometeu para, por exemplo, cobrar uma multa alta, a ser paga na hora. Cheque a identificação do policial e contate a (verdadeira) polícia se tiver dúvidas.
2. Pedras de mentira
Motoristas de táxis levam turistas a lojas nas quais os preços são bons demais para serem verdade. Desconfie. Suas novas ‘jóias’ podem, na verdade, ser vidro polido.
3Distração
É bom ficar sempre atento aos seus pertences e não deixar à mostra celulares, carteiras e dinheiro. Uma distração é o que os bandidos precisam para furtar objetos pessoais sem o viajante perceber.
4. O golpe do bar
O viajante, em geral homem, é abordado por maradoras locais que o convida para ir a um bar. Após alguns drinques, o grupo vai embora sem pagar a conta.
 5. Taxistas trapaceiros
Os golpes mais comuns são cobrar mais pela tarifa ou dizer que o hotel/bar/restaurante escolhido pelos passageiros está fechado, mas que ele sabe de um melhor logo ali. Utilize somente táxis licenciados (se possível, combine uma tarifa fixa) e certifique-se por si mesmo de que o estabelecimento está ou não fechado.
6. Não é de graça
Um morado local aparece fantasiado e se oferece para posar para uma foto. Tirada a foto, ele (ou ela) pede um preço alto pela pose. Para piorar, pode haver um comparsa que tira a foto e não devolve sua câmera
7. Roubo de câmeras
Aquele momento de empolgação que todos querem sair na foto e não sobra ninguém pra tirá-la. Pense bem ao entregar a câmera fotográfica a um desconhecido, nada o impede de sair correndo com ela.
 8. Trens Lotados
Aquela trombada foi um acidente ou alguém tentando levar sua carteira? Os furtos são mais comuns nas redes de transporte de Nova York, Paris e Londres, sempre cheias, mas podem ocorrer em qualquer lugar. Um golpe em particular é comum em certas partes da Itália: minutos antes de o trem partir, dezenas de pessoas invadem os vagões para levar objetos dos viajantes.
9. De onde você vem?
Dizer para os comerciantes seu país ou cidade de origem pode ser uma péssima ideia. Dependendo do lugar, os comerciantes podem pensar que você tem muito dinheiroe elevarem os preços dos produtos. Uma boa dica é dizer o nome de um país inexistente ou algum lugar que ele não conheça, como seu bairro.
 10. O truque da pulseira
Uma pessoa se aproxima falando sobre atrações turísticas e, de repente, amarra uma pulseira em seu braço. Se você se recusa a pagar, o golpista começa a gritar que você está roubando a pulseira.


terça-feira, 16 de abril de 2013

Do aeroporto ao Centro de Montevidéu

Sair do aeroporto de Carrasco e chegar ao Centro de Montevidéu é uma tarefa bem fácil. Demora cerca de quarenta minutos.. (não peguei trânsito). A dica é: fuja dos táxis!!!! até mesmo porque no aeroporto de lá só são autorizados a pegar passageiros os táxis executivos de cor branca, que custam, no mínimo, 500 pesos a mais que qualquer corrida normal - isso significa um rombo de pelo menos R$ 50 reais a mais na sua corrida.

Então, temos a opção econômica e a supereconômica. A primeira delas você pode comprar ainda dentro do aeroporto, num guichê ao lado direito do desembarque. É uma van shuttle. São cobrados 250 pesos por pessoa - cerca de R$ 30 - e ela te deixa na porta de onde você for ficar. O ponto negativo é que, se tiver só você, você terá que esperar preencher um grupo de pelo menos cinco pessoas para que ela saia. Ok, isso não é lá grandes coisa, principalmente porque chegam voos a todo momento e sempre tem alguém comprando o lugarzinho na van. Fora que é uma ótima forma de começar a se ambientar na cidade. O motorista da nossa passou pela rambla todinha, tive visões privilegiadas e ainda passei por dentro de vários bairros para deixar os coleguinhas!! Tudo tem seu lado positivo e divertido, viu?

E sobre a opção supereconômica vou ficar devendo as informações.. tem um ônibus que sai do aeroporto, o ponto é bem na frente, superfácil de achar.. mas não sei o preço (que blogueira amadora, tsc tsc tsc.. hahaha). Ele para na rodoviária da cidade e de lá tem que pegar outro ônibus ou um táxi para o local que você for.. mas é menos de 60 pesos, com certeza.

domingo, 14 de abril de 2013

O aeroporto de Montevidéu

A ideia era começar a escrever o post falando de como sair do aeroporto de Carrasco, em Montevidéu, e chegar ao Centro da cidade. Mas, ao colocar as primeiras palavras aqui, começaram a surgir tantas lembranças boas que percebi que o aeroporto de Carrasco, em si, merecia um post só pra ele.

imagem retirada da internet
Esse belíssimo, novinho e moderno aeroporto fica a uns quarenta minutos do Centro de Montevidéu. É pequeno, mas eficiente. Já na chegada, pouca fila para a imigração - o que, aliás, foi muito rápido. Depois, mais rapidez nas esteiras para retirar a bagagem.


Ao sair do desembarque dá para ter noção da organização. Do lado direito ficam as empresas de táxi e a de translados para o Centro e outras partes da cidade. O embarque é realizado no piso superior. Tudo bastante novo e muito limpo. As opções de comida, no entanto, são bem escassas.. você tem dois McDonalds na área comum, e, dentro do embarque, um café, apenas.


Achei graça de duas mulheres conversando e falando dos banheiros.. realmente nunca havia entrado num banheiro de aeroporto tão limpo - desconsidere aqui o aeroporto de Toronto, ele é um capítulo à parte, tudo lá é bom. As mulheres falavam sobre não precisar encostar na privada para dar descarga, que é automática, basta se afastar da privada para acioná-la (ok, isso tem no shopping aqui em Vitória, mas achei graça das brasileiras comentando isso.. eu que pensei que eu era do interior.. rsrs).

Outro ponto mais que positivo é um grupinho de cadeiras espreguiçadeiras, ótimas para quem está numa longa espera e quer descansar, colocadas na frente dos portões de embarque. Fiquei me deliciando em duas delas nas duas horas que tive que ficar esperando meu voo!

as cadeiras espreguiçadeiras no embarque internacional
O freeshop também é bom, e os preços dos perfumes e chocolates são bem melhores que os dos freeshops no Brasil. Aproveite :)





sexta-feira, 12 de abril de 2013

Transporte em Montevidéu

Andar de ônibus em Montevidéu é literalmente uma aventura rsrsrs. Brincadeiras à parte, foi lá que, pela primeira vez na minha vida, vi uma pessoa dirigindo um ônibus, cantando, pegando dinheiro da passagem e dando o troco ao passageiro, dando informação, tudo junto ao mesmo tempo, com o ônibus em movimento. O cara, realmente, é um ninja! rsrs

Falando sério agora: a passagem de ônibus custa 20 pesos uruguaios, cerca de R$ 2,40. Na maioria deles é o próprio motorista que cobra a passagem, mas em alguns - poucos - há trocador. São veículos não muito novos, mas bem conservados. E que circulam bastante, o tempo todo - não precisa ficar mofando no ponto de ônibus (a melhor parte!!).

O desembarque pode ser feito tanto pela porta dianteira quanto traseira do veículo. Ah, e cuidado! Em muitos deles não há cordinha para dar o sinal do ponto. Tem um botão em cima da porta e você deve apertá-lo. Ou ir até a porta da frente e descer o primeiro degrau que o motorista para.

ônibus uruguaio

Quem quiser se aventurar de táxi, lembre-se de entrar na parte traseira do veículo. Praticamente 100% dos táxis de Montevidéu têm um vidro que separa o motorista do passageiro, para evitar assalto e agressões, segundo um motorista me contou. O dinheiro da corrida e o troco são passados por uma abertura de metal que tem bem no centro do veículo, abaixo do vidro. E, pelo que eu vi, não é caro andar de táxi, pelo contrário, se estiver em dois ou três compensa bastante.

Só não compensa sair do aeroporto de táxi, porque o preço é exorbitante - até mesmo porque, por lá, só os táxis brancos podem pegar passageiro. Na cidade circulam os amarelo e preto (será que é uma homenagem ao Peñarol? Ou influências argentinas?? rsrsrs).


quarta-feira, 10 de abril de 2013

Onde comer em Montevidéu: Don Peperone

Turismo gastronômico sempre agrega valor às viagens. Imagina, então, um restaurante tradicional, com pratos saborosíssimos, e um preço condizente. Em Montevidéu, um deles é o Don Peperone. Com sete filiais espalhadas pela cidade, visitei a da Ciudad Vieja e gostei bastante. Comemos, de entrada, uma salada muito gostosa. Depois, carrrrrrrrrrne! (Ir para o Uruguai e não comer aqueles maravilhosos bifes de chorizo ou similares não tem graça!!) e batata! haha nada mais típico!

Don Peperone Ciudad Vieja
Sarandi, 650 (é muito fácil de achar, fica na esquina com a Bartolomeu Mitre)

Foto retirada do site do Don Peperone


segunda-feira, 8 de abril de 2013

As primeiras impressões de Montevidéu

Montevidéu, Montevideo.. sim, a capital uruguaia entrou, de fato, para a lista das cidades que mais gostei de conhecer.. a linda Montevidéu - vou continuar com o nome aportuguesado mesmo - é, no mínimo, encantadora!! Para conhecer a cidade, basta estar disposto a caminhar e ter um mapa em mãos. É muito fácil andar por lá e, como é uma cidade pequena, não vai levar muito tempo para visitar os principais tempos turísticos e se dedicar à explorar os não tão turísticos assim. Montevidéu é uma cidade limpa - menos a parte da Ciudad Vieja -, calma e acolhedora.

Foto tirada de dentro da van, no dia em que cheguei a Montevidéu
Para mim, uma das surpresas foi o pôr do sol.. todos os dias, no fim da tarde, fazia questão de ir caminhar nas ramblas - é como se fosse a beira-mar deles -, que cortam toda a cidade.. em dias de calor, é por lá que as famílias se reunem.

Na Rambla Republica de Chile
 Em termos de gastos, Montevidéu é uma cidade em que não é caro comer, mas é caro beber. Uma simples garrafinha de água pode sair por R$ 9 nos restaurantes.. No supermercado Ta-Ta você ainda consegue comprar mais barato, mas não sai por menos de R$ 4. Refrigerante é a mesma coisa.. cerveja de um litro custa, em média, 130 pesos uruguaios, cerca de R$ 15.

O pôr do sol é lindo!!
 Vale a pena a visita! Voltarei em breve :)

A lua vista da Rambla Republica de Peru

sábado, 6 de abril de 2013

é...

... estou em falta com isso aqui.. a vida está corrida.. mas, em breve, volto com dicas quientinhas do uruguai, um país lindo que conheci recentemente :)

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Carnaval no Rio: Bloco No Seu Sofá Ou No Meu?

O Carnaval no Rio de Janeiro ganha este ano um bloco estreante poliglota: com o título irreverente de "No Seu Sofá Ou No Meu?", o bloco do CouchSurfing do RJ, depois de quatro anos, foi autorizado pela prefeitura fluminense. O desfile será neste sábado (9), às 10h (concentração às 9h), na Praça Vanhargem, tradicional reduto boêmio da carioquíssima Tijuca.



Debutante no Carnaval de Rua do Rio de Janeiro, o Bloco “No Seu Sofá Ou No Meu?” é o resultado de uma antiga reivindicação dos membros do CouchSurfing (ou simplesmente “CS”) no Rio de Janeiro: a criação de um bloco para reunir não só os CouchSurfers, ou simplesmente CSers (nome dado aos membros do CS) do Rio, mas também de todo o Brasil e do mundo que vem à Cidade participar da maior festa popular do planeta!

Então o Rio CS Team, o grupo encarregado de agitar a Comunidade na cidade promovendo os mais diversos eventos do CouchSurfing nos últimos 4 anos, resolveu atender a essee antigo desejo e proporcionar não só aos mais de 5 milhões de membros da organização em todo mundo, mas também a todos os foliões Cariocas. Assim nasce o “No Seu Sofá Ou No Meu?”, feito para por gringo no samba, misturar chiclete com banana e mostrar ao mundo inteiro o Brasil pandeiro sem o auxílio de legendas ou “tecla SAP”.






Em sua estreia, o Bloco “No Seu Sofá Ou No Meu?” vai receber a Banda Thriller Elétrico, que promete marcar os próximos carnavais do Rio de Janeiro com suas incríveis versões dos maiores sucessos do Rei do Pop Michael Jackson, todas em ritmos brasileiros!
Além disso, a galera da MARCHA NERD também será destaque no Bloco mais eclético do carnaval carioca!

►► Pra galera que está em dúvida de como chegar no bloco sábado de manhã:

- Metrô: Saltar na estação Saens Peña, seguir por 600m pela Rua Major Ávila: http://goo.gl/maps/PWUnl
- Ônibus vindo do Centro: 438 / 238
- Ônibus vindo da Zona Sul: 432 / 433
- Ônibus vindo da Lapa: 238 / 433
FanPage do Bloco: http://www.facebook.com/NoSeuSofaOuNoMeu
Twitter: @BlocoDoSofa



domingo, 3 de fevereiro de 2013

Central Park

Não é à toa que o Central Park é conhecido como o oásis verde dentro de Manhattan, em Nova York, nos Estados Unidos. É um dos parques mais lindos que já fui na vida!!! Sabe o filme Outono em Nova York?? Foi mais ou menos assim! Fui para lá no início de novembro, bem na época em que as folhas das árvores ficam com um colorido todo especial, amarelado, avermelhado e alaranjado.. uma coisa linda de se ver!






Com 341 hectares, o parque existe há mais de 150 anos. Muitas pessoas aproveitam essa dádiva para diminuir o ritmo frenético de Nova York, lendo um livre, caminhando, andando de bicicleta, entre outros. Com os aproximadamente vinte e cinco milhões de visitantes anualmente, o Central Park é o parque mais visitado da cidade e aparece em muitos filmes e programas de televisão, tornando-o conhecido no mundo todo.


No site do Central Park você pode alugar bicicletas, charretes, agendar um tour a pé, saber dos eventos que acontecem diariamente no parque, ver o mapa e até fazer compras!


Além disso, no parque há um memorial em homenagem a John Lennon, que morava em frente a ele. A dica é guardar pelo menos um dia para passear nesse local encantador!!! Eu fiquei apaixonada <3 p="">