Translate

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Como levar garrafa de bebida na mala sem quebrar

parte da muamba da volta :)
Uma boa dica pra quem viaja e que gosta de trazer bebidas de "lembrancinha" (tipo eu, que voltei do Chile com seis garrafas de vinho e quatro de pisco! rsrs) é utilizar fraldas descartáveis para embalar as garrafas. Simples assim.

Eu sempre costumo fazer isso, desde quando em 2009 vi uma canadense fazendo isso. De fato, funciona. Basta comprar tamanho G ou extra G. Para não correr riscos, eu embalo em duas fraldas. Caso aconteça algum imprevisto, a fralda ainda absorve o líquido :) ótimo, não?

(Aliás, sempre levo fita adesiva na mala. Porque ela também serve para tampar shampoo, cremes, etc etc etc, e é mais um artifício para impedir que esses produtos vazem na mala)

Vou tentar montar um video de como embalar as garrafas para postar aqui!
Até mais!



segunda-feira, 27 de abril de 2015

O que levar para o Atacama

Bom, ir para o deserto já é uma coisa complicada.. de dia, muito calor; à noite, um frio gritante. E, aí? O que levar na mala? Vou tentar colocar aqui uma listinha de coisas básicas que eu utilizei para tornar essa variação climática tão acentuada mais aprazível.

1) PROTETOR SOLAR. O sol, meus amigos, realmente é de lascar. Esqueça tudo aquilo que você já viu e lembre-se dos desenhos animados.. é aquela mesma imagem de deserto mesmo, sol rachando no céu e sem nenhuma sombra por perto. Portanto, é um item fundamental (inclusive no início da manhã) - aqui também leve em consideração a possibilidade de levar boné ou viseira ou chapéu. Eu não cheguei a levar, mas vale a pena para quem vai caminhar muito no sol (especialmente após o meio-dia). E, claro, óculos escuros para proteger seus lindos olhos ;)

2) PROTETOR LABIAL. Seguindo a onda do protetor solar, o clima muito seco do deserto resseca a pele com força. E seus lábios também. Portanto, é imprescindível para protegê-los da variação térmica absurda um protetor labial. Eu gosto muito de um da nivea, que vem com protetor solar. Cuidado com manteiga de cacau, ela pode deixar os lábios mais finos e, consequentemente, com o frio, podem rachar.

3) HIDRATANTE. Esse é item que vai andar com você; a pele fica muito seca, e ele ajuda a dar uma amenizada nisso.

4) SORO FISIOLÓGICO. Além da pele, o nariz também resseca muito (o meu sangrava um pouquinho quase todo dia pela manhã). Então, sempre hidratar as narinas com soro fisiológico, até facilita na hora das caminhadas, dá uma aliviada e você consegue respirar melhor.

5) LÁGRIMA ARTIFICIAL. Também levei e foi muito útil, porque os olhos também ressecam (tá achando que é brincadeira ir pro deserto? rsrs). Pingava sempre, ao longo do dia.

6) CACHECOL, LUVAS E TOUCA - E ROUPA DE FRIO PESADA. Se você for fazer os passeios aos Geysers del Tatio e às Lagunas Altiplànicas, por exemplo, são itens obrigatórios. Além de sair muito cedo, de madrugada, são lugares muito altos, muito frios no começo; protegem do vento também. quando mais quentinhos forem, melhor. Nos Geysers, por exemplo, peguei -7 graus, em março!! então, vale levar sim, pra não morrer de frio. Mulheres: meia-calça de lã ajuda. Homens, a famosa ceroula é o que vai salvar vocês ;)

7) TRAJES DE BANHO. Ao mesmo tempo, há visitas a lagunas termales (lagoas de águas termais), em que você pode tomar banho. Portanto, não se esqueça dos trajes de banho e de uma toalhinha para se secar.

8) ROUPAS LEVES. Como eu disse, o amanhecer é bem frio, mas conforme as horas vão passando, vai ficando muito quente. Por isso, também deve levar roupas leves. O ideal é que você se vista como uma cebola, em camadas. Coloque roupa de verão por baixo, um pullover, uma jaqueta grossa e um casaco bem pesado por cima. Nas pernas, estava com uma meia de lã bem grossa e uma legging grossa também. Mas se eu disser que eu não senti frio, é mentira. Mas deu umas 11h30 e já tirei a meia de lã, porque estava quente pra caramba. Essa parte de se vestir em camadas ajuda muito nisso.

9) TÊNIS. Mulheres, podem esquecer o salto alto. Aliás, podem esquecer tudo o que é produto de beleza. Se libertem!!! Curtam a natureza e o que ela te proporciona \o/

Espero ter ajudado um poquinho. Dúvidas? Pergunte aí que eu tento ajudar da melhor forma possível ;)


domingo, 26 de abril de 2015

De Santiago a Valle Nevado

Valle Nevado é um dos destinos preferidos dos brasileiros no inverno. Suas pistas de ski são bem famosas. E dessa última vez que fui ao Chile, mesmo não sendo temporada de neve, decidir ir lá conhecer o lugar.


Para minha sorte, tinha dado uma nevasca uma semana antes (o que é bem - pra não dizer totalmente - raro de acontecer, nevar em março!!!). Então as pontas das montanhas estavam com neve e conseguimos ainda brincar com uma sobrinha de neve pelo chão.



Para ir a Valle Nevado, fiz contato com a Dani, uma brasileira que mora em Santiago e faz alguns passeios pela redondeza. Ela é muito legal e foi muito prestativa. Fora que o "tour" é em português e passamos não só por Valle Nevado como por Farellones, que é a estação de ski frequentada pela maioria dos santiaguinos. Ela é menor mas também é um lugar belíssimo.

O telefone de contato da Dani é o +56 9 6632 3355 (ela atende pelo whatsapp também) e ainda tem esta página no Facebook. Pagamos 20 mil pesos chilenos cada um e foi uma experiência bem legal!





quarta-feira, 22 de abril de 2015

Hospedagem em San Pedro de Atacama: Cabañas Altos de Quitor

Em San Pedro de Atacama tive uma experiência bem diferente.. acabei escolhendo pelo Booking.com ficar nas Cabañas Altos de Quitor. É um lugar muito bonito, tem vista para vulcões e para as montanhas. Gostei bastante. Mas só fique lá se estiver disposto a ficar longe do centro, na mais pura paz.



As Cabañas são bem arrumadas e confortáveis. Há uma cozinha enorme, de uso comum, além de uma piscina e lugar para assar uma carne. Também há lugar para acampar. Mas, de fato, não dá pra ir a pé para o centro. De bicicleta (lá eles cedem bicicletas para os hóspedes) fica mais fácil ou pode ir de táxi (dá mais ou menos 3 mil pesos chilenos, cerca de 15 reais).


Os proprietários são muito gente fina. Mas os pontos críticos são que não aceita cartão de crédito e, na hora de esperar os passeios, você acaba ficando no escuro (na verdade a dona me cedeu uma lamparina, para que eu não ficasse totalmente no escuro) e no frio aguardando a chegada do transfer. Em contrapartida é uma experiência única ficar sozinha, no meio do nada, apreciando um céu fantástico!!


Na frente da minha cabana tinha uma rede e, à noite, peguei dias divinos de lua cheia, que aparecia na minha janela para fechar os dias com chave de ouro!






segunda-feira, 20 de abril de 2015

Agência no Atacama

Para fazer os passeios em San Pedro de Atacama pelo deserto, escolhi uma agência indicada por uma amiga do trabalho. Ela já tinha ido por ela e gostou bastante. E digo que também não tenho do que reclamar. A Desert Adventure foi extremamente profissional e solícita em tudo o que precisei.

Além do atendimento pré-viagem (eu tinha pouco tempo no deserto, então preferi já fechar os passeios daqui do Brasil, porque não teria tempo de pechinchar) sensacional, os guias, os motoristas.. foi tudo muito bom!!!

Então, eu indico! e, claro, lembre-se de dar aquela barganhada no preço, tive um desconto de quase 10 mil pesos (mesmo fechando do Brasil - paguei 60 mil pesos chilenos no total), porque peguei três passeios com eles :)

um dos passeios feitos pela Desert Adventure (Geysers del Tatio) - mas falo dele nos próximos posts!




sábado, 18 de abril de 2015

De Calama para San Pedro de Atacama

O deserto do Atacama é uma coisa única de linda!! haha Se é que essa expressão existe.. mas é difícil resumir em palavras a beleza daquele lugar. Chegando de avião em Calama, aí faltam ainda mais alguns quilômetros até San Pedro de Atacama, a cidadezinha base para todos os passeios maravilhosos pela região.

Como eu cheguei tarde, acabei contratando um transfer pela Licancabur. Foram 20 mil pesos chilenos (cerca de R$ 100) ida e volta.

Todas as pessoas que me atenderam foram muito solícitas e deu tudo certinho. Na ida fomos em um micro-ônibus e na volta foi uma van. Tempo de viagem, em média, de 1h30.

O email deles é transtourlicancabur@gmail.com e o site http://www.sanpedroatacama.com/ot-transfer.htm.

Aeroporto de Calama, 20h, esperando o transfer para SPA


quinta-feira, 16 de abril de 2015

Dica de como comprar passagem aérea de Santiago a Calama / San Pedro de Atacama

Para começar os posts sobre minha última e linda viagem (deserto do Atacama, no Chile), nada melhor do que uma grande dica na hora de comprar a passagem aérea entre Santiago e Calama, o aeroporto mais perto de San Pedro de Atacama.

Para ir de Santiago a San Pedro do Atacama a melhor opção é a via áerea mesmo, até porque são cidades distantes uma da outra e de avião poupa-se tempo. Pelo que vi são duas companhias que fazem voos para Calama: a Sky e a Lan.

Como gosto muito da LAN, resolvi comprar as passagens por ela (mas me disseram que a Sky é bem boa também). Aí vem a dica: no site da Lan, quando você entrar, vai aparecer a bandeirinha do Brasil, ou vai te perguntar de que país você está falando. Nessa hora, troque para a bandeirinha do Chile. As passagens ficam por menos da metade do preço :) Olhava todos os dias o valor e sempre dava 800 reais.. quando fiz isso, pasmem, comprei por  312 reais, uma semana e meia antes de ir viajar, ida e volta, com as taxas :)

Habilite o cartão internacional e não tem erro! vale muito a pena. E não pedem comprovante de nada!

Boa viagem :)